Menu de navegação das páginas

Dicas para plantar sua horta de modo divertido, saudável, delicioso e dando muito menos trabalho do que imagina

‫‫

A versátil cebolinha na sua horta

A versátil cebolinha na sua horta

 

A cebolinha (Allium schoenoprasum) pertence ao gênero Allium, o mesmo da cebola, do alho e do alho-poró.

Curiosamente, a cebolinha é a única espécie do gênero Allium originalmente encontrada tanto no Velho Mundo (Asia e Europa), quanto no Novo Mundo (Américas, África e Oceania).

A Cebolinha vem sendo cultivada na Europa desde a Idade Média (séc. V), apesar de sua utilização datar de mais de 5000 anos antes de Cristo.

Os romanos acreditavam que a cebolinha poderia aliviar as dores de queimaduras de Sol e dor de garganta, e já reconheciam suas propriedades diuréticas. Ciganos romenos também utilizavam a cebolinha para prever a sorte e o futuro. Outros povos também acreditavam que maços de cebolinha seca pendurados ao redor da casa poderiam espantar males e doenças.

O uso culinário da cebolinha é bastante difundido e aparece em pratos clássicos das culinárias francesa e sueca, por exemplo.

Mais suaves que a cebola e o alho, a folhas da cebolinha têm um sabor rico, delicado e agradável, que ornamenta e enriquece o sabor de crepres, molhos, patês, saladas e sopas. É uma boa opção para ressaltar o sabor de ingredientes mais suaves, como cogumelos frescos (shitake e shimeji, por exemplo).cebolinha

Também pode ser adicionada a batatas cozidas, omeletes (combina muito com qualquer prato à base de ovos!) ou utilizada para aromatizar manteiga ou azeite.

Pela sua resistência e elasticidade, suas folhas podem ser utilizadas no lugar do barbante em preparações que devem ser amarradas, como para ferver maços de verduras ou aspargos, fazer rolinhos, panquecas etc.

A cebolinha pode ser encontrada fresca em mercados e feiras, mas tem muito mais sabor quando colhida no momento da utilização, pois seu leve aroma perde-se facilmente. A boa notícia é que trata-se de uma planta resistente de fácil cultivo e que pode ser cultivada em qualquer cantinho com Sol, seja um canteiro no quintal, seja um vasinho na varanda.

 

Variedades de cebolinha

A cebolinha é uma hortaliça sem grande quantidade de variedades. Aqui no Brasil, as que mais encontramos são a cebolinha verde (ou comum) e a cebolinha de folhas finas (a galega, ou francesa). A cebolinha verde tem folhas maiores e mais largas, de coloração de um verde mais claro que se desenvolvem mais espaçadas umas das outras quando comparadas às de folhas finas que, menores e mais escuras, crescem menos, porém de forma mais adensada.

Informações Nutricionais

NUTRIENTES100 GRAMASNUTRIENTES100 GRAMAS
Umidade (%)93,9Ferro (mg)0,6
Energia (Kcal)20Sódio (mg)2
Energia (KJ)82Potássio (mg)206
Proteína (g)1,9Cobre (mg)0,04
Lipídeos (g)0,4Zinco (mg)0,3
Colesterol (mg)NARetinol (µg)NA
Carboidrato (g)3,4RE (µg)134
Fibra alimentar (g)3,6RAE (µg)67
Cinzas (g)0,5Tiamina (mg)0,03
Cálcio (mg)80Riboflavina (mg)0,04
Magnésio (mg)25Piridoxina (mg)0,08
Manganês (mg)0,13Niacina (mg)Tr
Fósforo (mg)27Vitamina C (mg)31,8

Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – TACO 4ª edição revisada e ampliada, Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação – NEPA, Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP.

Benefícios da cebolinha para a Saúde

Adicionar uma pitada de cebolinha a uma sopa, uma massa ou uma salada é um gesto simples, que pode contribuir bastante para a saúde, no longo e também no curto prazo. São inúmeras as propriedades que a medicina natural atribui à cebolinha, que, de fato, contém muitas vitaminas e minerais.

Os benefícios já começam na digestão. Além de ajudar na absorção de nutrientes, a cebolinha age na eliminação de leveduras, fungos e bactérias, principalmente as da família da salmonela. Por conter grande quantidade de fibras, maior do que os outros alliums, o consumo de cebolinha ajuda a regular o funcionamento do intestino.

A cebolinha também contém antioxidantes, que ajudam a anular os radicais livres. Isto, segundo a medicina natural, desencorajaria o crescimento de células cancerígenas e tumores. Além disto, auxiliaria o corpo na produção de glutationa, um antioxidante hidrossolúvel que atuaria para identificar e eliminar toxinas e outras substâncias causadoras de câncer.

Por possuir compostos conversíveis em alicina, que está associada à redução de colesterol “ruim” no corpo, o consumo de cebolinha pode melhorar a saúde do coração e reduzir a pressão arterial. A quercetina, outro composto orgânico encontrado na cebolinha, também agiria diretamente na redução dos níveis de colesterol e placas nas artérias, sendo útil na prevenção da aterosclerose e na redução do risco de AVC e ataques cardíacos. Tem ainda propriedades diuréticas, que auxiliam no combate à hipertensão. Seu coração agradece!

Uma fonte excelente de vitamina K, a cebolinha favorece a boa saúde dos ossos, além de limitar danos aos neurônios, ajudando assim no tratamento de condições com o Alzheimer’s.

Como se não bastassem todos os benefícios já citados acima, a cebolinha também deixa sua marca na beleza. Os níveis elevados de vitamina C encontrados na cebolinha ajudam a aumentar a eficácia do sistema imunológico, estimular a produção de células brancas do sangue e estimulando a produção de colágeno, que é um componente essencial para a criação de novos vasos sanguíneos, células, tecidos, músculos e o crescimento dos cabelos.

Como cultivar cebolinha

cebolinhaA cebolinha é uma planta herbácea perene. Ou seja, seu ciclo de vida é longo e lhe permite viver por mais de dois anos, sem desenvolver estruturas lenhosas. Isto significa que, se bem cuidada, você terá cebolinha à disposição por muito tempo na sua horta.

É uma planta vivaz, que se desenvolve em tufos ou touceiras muito densos e espalha-se facilmente por todo o vaso ou canteiro. Suas folhas verdes-escuras têm uma forma tubular e atingem entre 30 cm e 50cm de altura em uma planta madura. Quanto mais velhas, mais grossas ficam as folhas.
No inverno, podem surgir flores de pétalas cor de rosa, com forma esférica, como se fossem um pom-pom, principalmente nas regiões de clima mais frio. Nas regiões de clima quente, são poucos os cultivares que florescem e produzem sementes.
Estas flores devem ser imediatamente retiradas para que as novas folhas possam brotar. Por outro lado, se não forem retiradas, poderão produzir sementes.
Apesar de a cebolinha funcionar como repelente para insetos em geral, as suas flores podem atrair abelhas.

Solo

A cebolinha prefere solos de textura média, ricos em matéria orgânica, bem drenados e com pH entre 6,0 e 6,8. A cebolinha verde crescerá bem em quase qualquer solo, desde que não haja encharcamento e se evitem solos muito ácidos.

Para a preparação do solo, deve-se utilizar 1 porção de composto orgânico ou húmus de minhoca, para cada 3 porções de terra.

O vaso deve ter furos no fundo para a saída da água. Ao prepará-lo para o plantio, adicione uma camada de argila expandida ou brita no fundo do vaso, cobrindo com uma camada de areia lavada ou uma manta de drenagem. Sobre estas duas camadas, pode ser adicionado o solo.

Plantar Cebolinha

Plantar semente

Cebolinha-3Para cultivar a cebolinha a partir de sementes,  a semeadura pode ser feita em canteiros, recipientes próprios para semeadura (sementeiras) ou pequenos copos plásticos de aproximadamente 5cm de altura.

O plantio direto no canteiro ou vaso deve ser feito em linha, em uma cova de aproximadamente 0,5 cm de profundidade. Nela, distribua as sementes em linha contínua deixando um espaço de 30 cm entre as fileiras. Quando as mudas atingirem aproximadamente 10 cm de altura, deve-se fazer o desbaste, cortando-se as mudas menos desenvolvidas para deixar um espaço de 10 centímetros entre as plantas, para haver espaço para a formação das touceiras.

Para plantar na sementeira ou copo, plante 2 a 3 sementes por célula a uma profundidade de 0,5 cm.

As sementes germinarão de 6 a 14 dias depois de plantadas.

O transplante das mudas deve ser feito de 30 a 40 dias após a semeadura, quando a planta já estiver suficientemente enraizada e robusta para ser manuseada. Plante as mudas a uma distância 10cm, deixando aproximadamente 30 cm entre as fileiras.

Plantar muda

cebolinhaOutra opção é comprar as mudas para plantio em locais como feiras, supermercados e lojas de jardinagem. Corte (e use!) as folhas e plante os toquinhos que têm raízes direto na terra, seguindo as mesmas instruções do transplante. Em pouco tempo, as mudas vão soltar brotos vigorosos e perfumados. Ao plantar, não esqueça que a cebolinha gosta de solo fértil, rico em matéria orgânica.

A muda também poderá ser transplantada de touceiras (moitas das plantas adultas) antigas, cortando as folhas acima da gema apical e podando as raízes. Deve-se ter o cuidado de transplantar as mudas à mesma profundidade em que se encontravam. Essa operação deve ser feita, de preferência, de março a julho.

Época do Plantio

A cebolinha pode ser cultivada o ano todo caso você esteja em uma região de clima ameno. Para os demais locais a melhor época é de fevereiro a julho, uma vez que ela cresce melhor em temperaturas que variam de 8°C a 23°C. A cebolinha verde é uma variação da planta que pode ser cultivada no verão por suportar temperaturas mais altas.

Como cuidar da cebolinha

Poda

A poda é importante para manter a força da planta direcionada para as partes que serão consumidas, fazendo com que a planta continue crescendo, retardando sua morte e também mantendo a boa aparência da planta.
Você pode optar por fazer a poda total da sua cebolinha caso a planta tenha sido atacada por praga, esteja debilitada ou apenas para manutenção. A poda total faz com que a planta recupere sua energia e cresça como uma planta nova. Para fazer a poda total corte as folhas de cebolinha de 2 a 5 cm acima de sua base.
O surgimento de flores também traz a necessidade de fazer a poda. As flores consomem muita energia da planta o que pode leva-la à morte, além de espalharem sementes que podem dominar o seu canteiro. Faça a poda cortando rente à base das flores, e lembre-se que flores de cebolinhas são comestíveis, podendo ser usadas em saladas, para decorar pratos e de tantas outras formas quanto a imaginação permitir.

Irrigação

A cebolinha deve ser irrigada com frequência para que o solo seja mantido sempre úmido, mas com cuidado para que o solo não fique encharcado. A planta adulta é relativamente resistente a curtos períodos de seca.

Iluminação

A cebolinha cresce em qualquer lugar, desde que receba no mínimo 3 horas de luz direta do Sol regularmente.

Portanto, se você não dispõe de um canteiro ou uma varanda, pode cultivar cebolinha em um vaso na janela, desde que esta não seja voltada para o Sul.

Principais pragas

Lagarta-rosca, cigarrinhas, pulgões, tripes, minador da folha, ácaros e cochonilhas.

Principais doenças

Requeima, mancha de Alternaria, ferrugem, antracnose, mancha púrpura e míldio.

Quando e como colher a cebolinha

cebolinha

Folhas mortas em razão da colheita equivocada.

Colheita

 

A colheita de folhas da cebolinha pode começar entre 60 e 90 dias após o plantio ou quando atingirem aproximadamente 20cm de altura.

A planta deve ser cortada por inteiro, junto à base. Quando se corta apenas uma ou algumas folhas, as folhas restantes acabam morrendo e dificultando o crescimento de novas folhas.

Conservação após colheita

Não há dúvida de que quando se tem uma horta, o melhor é tirar apenas o que for consumir no momento. Na terra, a cebolinha terá uma duração mais extensa e saudável e você terá essas hortaliças sempre fresquinhas.
Mas às vezes a gente erra a mão na hora da colheita ou precisa cortar a planta por algum motivo. Neste caso, estas dicas podem ajudar a conservar a cebolinha por mais tempo.

1. Umedeça um papel-toalha, envolva a cebolinha e guarde-a na geladeira. Mantendo-a úmida ela pode durar de 3 a 5 dias.

2. Se ainda estiver com as raízes pode ser colocada em um copo ou jarra com água, cobrindo toda a raiz, em local arejado e com luz solar por pelo menos algumas horas por dia, troque a água sempre que necessário. Dessa forma a cebolinha dura algumas semanas, pois ela continua se desenvolvendo, mas lembre-se que o sabor não será o mesmo de uma cebolinha recolhida do solo na hora do uso.

3. Se você quiser guardá-la por um tempo maior, o melhor a se fazer é congelá-la. Lave a cebolinha delicadamente, seque e pique, coloque em um saco plástico ou outro tipo de recipiente que possa ser hermeticamente fechado e guarde-o no congelador. Você pode colocar a cebolinha congelada direto no alimento, não sendo preciso descongelá-la.

Um comentário

  1. Gostei muito de todo o ensinamento, veio dar-me mais conhecimentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

‫‫
‫‫‫‫‫‫‫

Pin It on Pinterest

Share This