Menu de navegação das páginas

Dicas para plantar sua horta de modo divertido, saudável, delicioso e dando muito menos trabalho do que imagina

‫‫

Abobrinha Orgânica na Sua Horta

Abobrinha Orgânica na Sua Horta

A abobrinha pertencente à família das cucurbitáceas, assim como a melancia, o melão, o pepino e a moranga.

Plantar abobrinhaA abobrinha, a abóbora e a moranga são todas plantas da mesma espécie, a Cucurbita pepo, originária da América – onde podia ser encontrada na vasta área que vai do Peru ao Sul dos Estados Unidos. Há registros de cultivo da espécie desde 5500 aC, mas as variedades denominadas abobrinhas foram desenvolvidas na Itália, várias gerações após a espécie ter sido levada à Europa.

Seu fruto, que deve ser colhido ainda verde, pode ser inteiramente aproveitado, tendo a polpa e a casca comestíveis. A abobrinha é composta por 94% de água, tem digestão muito fácil e, apesar de possuir pouquíssimas calorias, é rica em niacina, além de ser fonte de vitaminas do complexo B. Por isso é um alimento muito indicado para dietas.

Também é um alimento muito versátil, podendo ser utilizada em saladas, recheada ou como ingrediente em massas e risottos. Fica muito gostosa simplesmente cozida no vapor, assada, grelhada ou refogada. Dá até pra fazer macarrão!

Apesar de ser pouco comum no Brasil, as flores de abobrinha também são comestíveis e deliciosas. São muito comuns na cozinha italiana, onde são usadas para rechear pizzas ou servidas fritas, geralmente com recheio de mozarela.

Clique aqui para ver todas as nossas deliciosas receitas com abobrinha.

Variedades de Abobrinha

As abobrinhas podem ser divididas em dois grupos: rasteiras ou de moita. Além disso as diferenças estão nas cores, tamanhos, formato (que podem ser redondas ou cilíndricas) e tempo de cultivo.

No geral, as abobrinhas preferem o clima quente e por isso em alguns lugares são conhecidas como abóboras de verão. As abobrinhas tem folhas mosqueadas, arredondadas, pontudas e de cor ver intensa que crescem vigorosamente, seja em moitas ou em treliças.

As abobrinhas rasteiras são principalmente representadas pela: Menina brasileira, Redonda de Amparo e a Casca Mole, Canhão ou Menina Gigante. Já as abobrinhas de moita são representadas pelas: Caserta, Branca, Cocozelli, Zucchini e Italiana.

As duas variedades mais cultivadas no Brasil são a abobrinha italiana e a abobrinha menina-brasileira. A abobrinha italiana tem porte pequeno, crescimento rápido e precoce, cor verde clara, listras azuis e formato cilíndrico.  Já a abobrinha menina-brasileira cresce em tamanhos, cores e formatos variados, sendo a verde clara a mais comum.

Há também no Brasil uma grande variedade de abobrinhas híbridas, geralmente mais resistentes a doenças e pragas, as plantas híbridas apresentam folhas mosqueadas e crescem vigorosamente em formato de moitas. Ao adquirir sementes híbridas verifique a pureza, o percentual de germinação e a época de plantio indicada.

Informações Nutricionais

Utilizamos como referência para tabela nutricional a abobrinha italiana.

NUTRIENTES100 GRAMASNUTRIENTES100 GRAMAS
Umidade (%)93,9Ferro (mg)0,2
Energia (Kcal)19Sódio (mg)Tr
Energia (KJ)81Potássio (mg)253
Proteína (g)1,1Cobre (mg)0,05
Lipídeos (g)0,1Zinco (mg)0,2
Colesterol (mg)NARetinol (µg)NA
Carboidrato (g)4,3RE (µg)41
Fibra alimentar (g)1,4RAE (µg)20
Cinzas (g)0,6Tiamina (mg)Tr
Cálcio (mg)15Riboflavina (mg)0,06
Magnésio (mg)20Piridoxina (mg)0,03
Manganês (mg)0,09Niacina (mg)Tr
Fósforo (mg)32Vitamina C (mg)6,9

Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – TACO 4ª edição revisada e ampliada, Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação – NEPA, Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP.

Benefícios da Abobrinha à Saúde

A abobrinha é rica em betacaroteno, que, no organismo, se transforma em vitamina A. Contém também niacina, vitamina C e minerais (como cálcio, fósforo e ferro, potássio, sódio e magnésio).

A casca da abobrinha é rica em fibras e, por isso, o melhor é que não seja descascada para o consumo e preferencialmente cozida no vapor, por não mais que 10 minutos, para não perder seu valor nutritivo.

A abobrinha também é benéfica na prevenção do câncer, uma vez que as vitaminas A e C e o ácido fólico encontrados no alimento atuam como antioxidantes que combatem o stress oxidativo crônico indesejado, causador de inúmeros tipos de câncer.

Os estudos sobre os benefícios da abobrinha estão avançando no campo da hiperplasia. Acredita-se que os fito nutrientes encontrados na abobrinha agem diminuindo os sintomas da hipertrofia prostática benigna (HPB). Embora não seja um câncer nem aumente o risco de câncer de próstata, o aumento da glândula da próstata pressiona a uretra, causando problemas e dor ao urinar e na própria bexiga.

Por apresentarem em suas sementes ômega-3, luteína, zeaxantina, betacaroteno e polissacarídeos anti-inflamatórios como homogalaturonano, as abobrinhas são grandes aliadas contra inflamações indesejadas. Estudos preliminares mostram o potencial de proteção anti-inflamatória da polpa e sementes da abobrinha em inflamações cardiovasculares e também do trato gastrointestinal, especialmente para o tratamento de úlcera gástrica e úlcera duodenal. Quando crônicas, as inflamações são também um fator de risco para o desenvolvimento de diabetes tipo 2.

Como Cultivar Abobrinha

Como plantar abobrinha

Há no mercado hoje uma grande variedade de abobrinhas. Já que a maioria crescerá como videira, para impedir que tomem muito espaço você pode usar treliça e direcionar para onde elas devem crescer. Há ainda algumas variedades que crescem como arbustos. Grande parte das abobrinhas são longas e em forma de tubo, mas há também algumas variedades mais arredondadas. Com isso, você deverá identificar que tipo de abobrinha quer plantar e quanto de espaço você tem para dedicar às suas abobrinhas.

Solo

O solo usado para plantar abobrinha precisará ser rico em matéria orgânica, com baixa acidez (pH de 6,0 a 6,8) e bem drenado. Por ser uma planta que prefere solo e ar quentes, escolha bem a época do ano para plantar suas sementes. Caso contrário, há grande chances de não haver semeadura.

Clima

Sabendo que a abobrinha não suporta baixas temperaturas, no geral indica-se fazer o plantio entre agosto e fevereiro (aqui no hemisfério Sul). Em áreas com temperaturas médias elevadas como no Nordeste, contudo, pode-se plantar o ano todo. A temperatura ideal para o cultivo é de 20°C a 27°C.

Plantar sementes

Por a temperatura ser um limitador ao plantio de abobrinha, você pode optar por iniciar o plantio em sementeiras dentro de casa (desde que num local bem iluminado) já no final do inverno (5 a 6 semanas antes da temporada de calor) e ter a planta pronta para ser transplantada ao seu local final no início da primavera.

Como a abobrinha possui raízes longas e logo terá um tronco longo e delicado, o melhor é que seja plantada em uma sementeira ou copo com pelo menos 10 cm altura e 5 cm de diâmetro, uma vez que a semente será plantada a uma profundidade de 2,5 cm. Para fazer o plantio na sementeira você precisará usar apenas substrato de terra, por exemplo a terra vegetal peneirada. Coloque de 4 a 5 sementes por recipiente e cubra com a terra. Coloque os recipientes num local protegido de pragas e intempéries, com boa luminosidade mas sem incidência direta de Sol e regue com um borrifador diariamente ou sempre que notar a terra se ressecando.

Quando começarem a nascer as folhas definitivas das mudinhas, faça o raleamento, deixando somente as 2 mais saudáveis em cada recipiente. Quando tiverem ao menos 3 folhas definitivas, as mudas estarão prontas para serem transplantadas. Faça a adaptação gradual das mesmas às condições de insolação do local de cultivo definitivo no decorrer de 5 dias antes de plantá-las.

Plantar mudas

Para plantar mudas será preciso preparar um vaso de aproximadamente 40 cm de altura por 40 cm de diâmetro. Caso plante em canteiro, ele precisará ser fundo o suficiente, respeitando os mesmos 40 cm necessários para o vaso.

Plante uma muda por vaso, ou a cada 1 m no canteiro. Prepare a terra ou substrato com partes iguais de terra vegetal e adubo orgânico, como húmus de minhoca. Retire a muda da sementeira ou copo, mantendo a integridade das raízes e do torrão de terra. Então, faça uma cova funda o suficiente para o torrão da sua mudinha e plante-a. Cubra as raízes da muda com terra e regue abundantemente.

Plante as abobrinhas em um local bastante ensolarado, que tenha de 6 a 8 horas de Sol direto por dia. Se você escolheu uma abobrinha de videira, instale a treliça logo no início do plantio para direcionar o crescimento da planta. Se for uma abobrinha de arbusto ela precisará de pelo menos 90 cm ao seu redor para se espalhar.

Época para plantio

A abobrinha não se desenvolve bem em temperaturas baixas. O plantio deve ser feito de agosto a fevereiro, podendo ser realizado o ano todo em regiões de clima quente.

Como Cuidar da Abobrinha

Adubação

Faça a adubação de cobertura, com aplicação de composto orgânico uma vez por mês. A abobrinha não demanda grande manutenção, porém é preciso manter a área logo abaixo da planta sempre livre de sujeiras, restos de folhagem ou ervas daninhas. Você também deve retirar todas as folhas e galhos e frutos secos e principalmente doentes, para que a doença não se espalhe.

Polinização

Plantar abobrinhaOs frutos da abobrinha crescem a partir da polinização das flores fêmeas. Quando seu pé de abobrinha estiver crescendo, você identificará dois tipos diferentes de flores:

As flores fêmeas, que geralmente crescem perto do centro da planta e cuja base tem uma pequena fruta embrionária inchada, que quando polinizada se transformará em um fruto.

As flores macho, que são mais vistosas e tendem a sair em hastes finas e longas pela planta inteira. A abobrinha produz mais flores machos que fêmeas e as flores machos começam a florescer mais cedo.

É muito comum nossas hortas urbanas não terem contato com abelhas nem outros insetos polinizadores. Assim, é preciso dar uma ajudinha à natureza e fazer a polinização manual.

Se você olhar dentro da flor macho, verá que a flor tem uma antera coberta de pólen. Quando toca-la, o pólen cairá com facilidade. É esse pozinho que você deve ajudar a chegar à flor fêmea. Você pode fazer a polinização com a mão ou com a ajuda de algum objeto, como um palito ou cotonete.

Depois que suas flores fêmeas se transformarem em lindas abobrinhas não se esqueça que as flores que restarem são comestíveis e muito saborosas!

Irrigação

Apesar de serem fãs do calor intenso, as abobrinhas não suportam excesso de água e podem facilmente apodrecer frutos e raiz se forem constantemente encharcadas. Daí a necessidade de um vaso ou canteiro com boa drenagem.

Irrigue a abobrinha com frequência para não deixá-la completamente seca, principalmente quando os frutos começarem a se desenvolver. Verifique sempre se a terra está úmida, porque se estiver não é preciso regar naquele momento.

Ao regar sua abobrinha, tenha um cuidado extra para não molhar as folhas. Folhas molhadas por muito tempo favorecem o surgimento de fungos outras doenças.

Iluminação

A abobrinha precisa de pelo menos 6 a 8 horas de luz solar direta diariamente para se desenvolver e produzir bem e bastante. Escolha com cuidado o lugar onde o vaso ficará ou o lugar no canteiro que ela ocupará.

Pragas e doenças

Existe uma grande quantidade de doenças que podem atingir sua plantação de abobrinha, além das várias pragas que vão querer visitá-la. Em se tratando de insetos, os besouros de pepino, percevejo coreídeo e a melittia cucurbitae são seus principais inimigos. Eles se alimentam dos frutos e flores e suas larvas farão a planta murchar e morrer. Se perceber esses insetos em quantidades pequenas é possível retirá-los manualmente. Se a infestação for mais severa, busque inseticidas e repelentes naturais para tratar o problema (óleo de nim e citronela ajudam bastante).

Além dos citados acima, os pulgões também podem ser um problema para plantação de abobrinha, e como carregam doenças virais que podem se espalhar e destruir sua plantação é preciso cuidar logo. A joaninha é uma grande aliada de qualquer horta. Ela se alimenta de vários insetos pragas e não ataca as plantas (além de deixar sua horta mais bonita e colorida).

Quanto às doenças, a murcha e o oídio são os principais problemas. A murcha-bacteriana pode ser transmitida por besouros de pepino, mais um motivo para mante-los longe de sua horta. Quando uma planta desenvolve murcha, há muito pouco que se pode fazer, as folhas ficam amareladas e logo morrem. O melhor neste caso é se livrar da planta e renovar a terra para que outras plantas não sejam infectadas.

O oídio é um fungo que muitas vezes é transmitido no ar e prospera se as folhas estiverem molhadas. Ele deixa um pó branco nas folhas, muito parecido com a farinha. Com o tempo, os talos da plantam vão ficando ocos e as folhas secando, o que leva a planta a morte. Prefira regar suas abobrinhas logo cedo, assim as folhas que molharem terão bastante tempo para secar. Para tratar você pode aplicar um fungicida natural de água com leite (95% de água e 5% de leite fresco), essa técnica também pode ser usada nos tomates.

Como e Quando Fazer a Colheita da Abobrinha

Plantar abobrinhaCada tipo de abobrinha tem um período especifico de colheita. Na média, a colheita pode ser feita entre 40 e 50 dias após a semeadura. Ao escolher o tipo de abobrinha que irá plantar, verifique o tamanho ideal que ela deve ficar. Você saberá quando colher de acordo com o tamanho e a firmeza do fruto.

Lembre-se, contudo, que a abobrinha é um fruto que deve ser consumido verde. Portanto, não deixe passar muito tempo para colher suas abobrinhas, pois elas logo ficarão aguadas e as sementes endurecerão. Os melhores sabores estão nos frutos mais jovens.

Para colher, segure o fruto com delicadeza e corte a haste que o sustenta, deixando um pedúnculo de 2 a 3 cm. Como tem a casca muito fina, até mesmo pequenos machucados podem prejudicar o fruto e diminuir sua durabilidade.

Conservação da Abobrinha Após a Colheita

A abobrinha dura em torno de 5 dias na geladeira. Quanto mais rápido puder ser consumida, melhor, pois com o tempo ela vai perdendo o sabor suave e a firmeza. Não é recomendado o armazenamento no congelador, pois ela ficará aguada e não manterá o sabor nem a textura.

8 Comentários

  1. meus pés de abobrinha caserta estão florindo mais não vejo fruto .são as primeiras flores eu estou fazendo a poliniza~çao porque não esta dando fruto

    • Oi Argeu. Você está no caminho certo! A polinização manual é de grande ajuda para a produção de frutos.
      Continue cuidando bem das suas abobrinhas, tenha paciência e veja se não há pragas ou doenças afetando suas plantas.
      Esperamos que em breve você tenha abobrinhas para colher.
      Não deixe de nos mandar fotos da sua horta!

  2. bom dia thiago obrigado por ter me respondido minhas abobrinhas ja estão crescendo vou mandar algumas fotos para você fazer uma analise a colheita tem que ser feita quando a flor da ponta do fruto cair?

    • como faço para mandar fotos para você thiago

    • Fico feliz que as abobrinhas estejam indo bem, Argeu!
      O melhor parâmetro para definir o momento ideal da colheita é quando os frutos atingirem 20-25 cm. Contudo, pode acontecer de os frutos não crescerem o quanto devem. Nesse caso, procure não colhê-los até 90 dias após a frutificação para não arriscar de eles adoecerem ou apodrecerem no pé.

  3. Meu pé de abóbora começou a dar flor fêmea agora, só que ela está secando o que eu Faço? o que pode ser?

    • Oi Nayara, veja se não está faltando água, nutrientes no solo ou sol na sua plantinha. Verifique também se não tem algum bichinho ou doença impedindo a continuação do desenvolvimento. Essas são principais coisas que podem atrapalhar suas plantas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

‫‫
‫‫‫‫‫‫‫

Pin It on Pinterest

Share This